Policiais são afastados após carrinho de frutas ser derrubado e passado do vendedor divide opiniões

A história do jovem vendedor que teve seu carrinho de frutas revirado ganhou um novo capítulo. Depois da grande repercussão do caso, os policiais envolvidos na ação foram afastados. Além disso, também foi revelado que o rapaz tem um histórico de suspeitas no mundo do crime, de quando ainda era adolescente, o que fomentou discussões.

Aos 20 anos, o vendedor de frutas teve seu carrinho de frutas derrubado, sua mercadoria chutada e foi humilhado na rua. O momento foi registrado e gerou revolta na população, que pediu por justiça. Então, diante de tamanha repercussão, os policiais que estavam no local no momento do ocorrido foram afastados até que os fatos sejam apurados.

O caso ficou ainda mais em pauta depois de informações sobre o passado do vendedor virem à tona.De acordo com o portal Jornal Jangadeiro, o vendedor de frutas teve dois registros de passagens pela polícia quando menor de idade. Ele seria suspeito de participar de um homicídio e de organização criminosa. Após a revelação dessas informações, algumas pessoas dividiram opiniões nas redes. Porém, hoje ele já é maior e não apresenta nenhuma pendência com a justiça. Portanto, procurar trabalho como um humilde vendedor de frutas pode demonstrar uma genuína vontade de viver honestamente. Por agora, é necessário esperar as investigações apurarem o que levou o ultrajante episódio acontecer.

Da Redação do Acontece na Bahia.

Categoria(s): Nacional.

Comente: