Policiais Militares tentam assaltar outro PM e dois morrem em troca de tiros

Na manhã do último domingo (23), um tiroteio envolvendo três agentes da polícia militar acabou em óbito de dois deles e um preso em Diadema, São Paulo.

De acordo com investigações da Polícia Civil, a troca de tiros envolveu uma tentativa de roubou.

Além disso, o boletim de ocorrência registrado no 3º DP de Diadema, o PM André Monteiro Malfati, 33 anos, acompanhado do cabo João Paulo de Araújo Silva, 28, anunciou um assalto para algumas pessoas na rua.

O agente Josimar Lima da Silva, 32 anos, seria uma das vítimas que revidou efetuando disparos de arma de fogo que atingiu “o policial que estava assaltando”.

Ademais, Josimar estava com sua família e amigos na porta da casa do sobrinho que comemorava aniversário quando foram surpreendidos pelo assalto.

Segundo o site O Ponte Jornalismo, uma das testemunhas contou que os policiais assaltantes chegaram pedindo para as pessoas levantarem as blusas e dar tudo o que tinham com elas.

“Eles não se identificaram como policiais nesse momento. O Josimar conseguiu balear o policial André e o policial João Paulo baleou o Josimar. Ele estava desnorteado, aparentemente drogado. Depois que atirou, ficou falando que era policial, para ninguém chegar perto dele”, disse a vítima.

O PM João Paulo, lotado 24º Batalhão da PM paulista (Diadema), foi preso em flagrante por latrocínio (roubo seguido de morte) e organização de grupo para prática de violência.

Por fim, a SSP se limitou a dizer que o caso havia sido registrado no 3º DP da cidade, “que instaurou inquérito policial para apurar todas as circunstâncias do fato”. “A ocorrência também é investigada pela Polícia Militar meio de IPM. O policial militar segue detido no Presídio Romão Gomes”, finalizou a pasta.

 

Categoria(s): Nacional.

Comente: