Polícia Federal cria ação contra esquema de vendas de decisões judiciais na Bahia

Nesta segunda-feira (14), a Polícia Federal deu início as 6ª e a 7ª etapa da Operação Faroeste. A pedido do STJ (Superior Tribunal de Justiça), a ação tem como objetivo frear um suposto esquema criminoso que vende decisões judiciais na Bahia. Assim, diversos juízes e desembargadores são investigados pela operação.

36 mandados de busca e apreensão foram emitidos pela justiça e serão realizados nas cidades de Salvador, Barreiras, Catu, Uibaí, além do Distrito Federal.

Os suspeitos estão sendo investigados por crimes de corrupção ativa e passiva, lavagem de ativos, evasão de divisas, organização criminosa e tráfico de influência.

Também foi emitido o mandado de prisão preventiva de duas desembargadoras do Tribunal de Justiça do Estado da Bahia. Além disso, há também o pedido de afastamento do cargo de todos os funcionários públicos investigados na operação.

Da redação Acontece na Bahia.

Tag(s): , .

Categoria(s): Destaque.

Comente: