Polícia encontra corpo de jovem de 18 anos enterrado no quintal da ex-namorada que confessa o crime

Uma notícia tem sido destaque nas redes sociais nesta segunda-feira (19).Uma jovem de apenas 18 anos foi brutalmente assassinada na região do assentamento 8 de abril, Jardim Alegre, interior do Paraná. O crime deixou a população em estado de choque pela crueldade como aconteceu sendo a vítima golpeada por arma branca e estrangulada com um cadarço de sapato. O local onde estava a jovem foi indicado pela ex-namorada que confessou o crime.

De acordo com o delegado responsável, a acusada havia confessado o crime e comentado que a briga começou na noite de quarta-feira(14) quando Carla Casarin decidiu romper com o relacionamento que mantinha há dois anos. Inconformada, a namorada não concordou e então começou uma luta corporal.

Na madrugada de quinta-feira (15), a acusada teria pego uma faca e atingiu o pescoço da vítima, segundo a sua própria versão.“Elas acabaram entrando em vias de fato, luta corporal, e a autora acabou desferindo um golpe de faca e acabou atingindo a região do pescoço da vítima. A autora, para evitar barulhos, ou que chamasse a atenção, tendo em vista aí que a vítima estava se debatendo, teria amarrado pernas, braços e a região do pescoço”, disse o delegado.

Abalada com toda aquela situação, a acusada enterrou o corpo.“Em seu interrogatório, a suspeita afirmou que teria saído da residência e ficado ali a noite toda do lado de fora chorando e pensando no que faria. Ela pegou o corpo e tentou de alguma forma se desfazer dele”.

A vítima foi enterrada em uma cova rasa cerca de 50 metros de distância da casa de sua namorada coberta com mato e sacos plásticos para não ser visto. Contudo, no dia seguinte, a suspeita teria se arrependido e confessado o crime. Já no local onde o crime aconteceu a polícia encontrou o corpo e prendeu a acusada.

Da redação do Acontece na Bahia

Tag(s): , , , .

Categoria(s): Destaque, Nacional.

Comente: