Poções: Estudante filho de professora é um dos quatro baianos a tirar mil na redação do Enem 2023

O estudante Alex Novis Maciel, de 20 anos, foi um dos quatro baianos que alcançaram a nota máxima na redação do Enem 2023. O jovem, morador de Poções, é filho de uma mãe solo que é professora de redação. Além disso, ele é o penúltimo de uma família com cinco filhos e pretende cursar medicina na Universidade Estadual do Sudoeste da Bahia (Uesb). Seu preparo para a redação do Enem teve início durante o primeiro ano do ensino médio, em 2018, frequentando o Instituto Educacional Cecília Meireles, em Poções. Lá, foi aluno de sua própria mãe e, posteriormente, passou a auxiliá-la em aulas particulares realizadas fora da instituição para complementar a renda familiar.

Após concluir o ensino médio em 2020, o jovem optou por estudar de maneira independente em casa. Com dedicação intensa, leitura assídua e revisões constantes, o jovem pressentiu que tinha se saído bem na redação do Enem de 2023, mas não imaginava que alcançaria a nota máxima. Ao retornar para casa após a realização do exame, compartilhou o rascunho do texto, presente no caderno de prova, com a mãe para que ela desse sua avaliação. “Ao ler o rascunho, percebi que estava muito bom, sabia que seria mais do que 900. No entanto, sempre fica a dúvida quanto ao mil”, relatou Ana Paula Novis, mãe de Alex, ao portal G1.

A confirmação chegou na terça-feira (16), enquanto o jovem, a mãe e os quatro irmãos realizavam atividades domésticas. Alex mencionou ter atualizado repetidamente o site do Instituto Nacional de Estudos e Pesquisas Educacionais Anísio Teixeira (Inep), onde os resultados são divulgados, até se deparar com a nota máxima, conquistada por apenas 60 candidatos em todo o Brasil. “Ao ver o resultado, não pude fazer outra coisa senão parar tudo e chorar. Reconheço que a família deu apoio, mas o mérito é todo do Alex, pois ele se esforçou e abriu mão de muitas coisas para alcançar essa pontuação”, afirmou Ana Paula.

Além da redação, o desempenho positivo nas demais provas do exame aumenta as expectativas para sua entrada no curso de medicina. A partir de segunda-feira (22), a nota poderá ser utilizada no Sistema de Seleção Unificada (Sisu), onde os estudantes se candidatam às universidades com base nas notas de corte.

Da redação do Acontece na Bahia

Foto: Reprodução/G1