Destaques :

Suspeito de sequestrar, estuprar e atropelar empresária diz que reproduziu com vítima cenas de jogo de videogame, afirma polícia

Pai que matou filho de 2 anos e se suicida e deixa uma carta

Lula move ação contra mulher que celebrou morte de seu neto na internet

“Quem transa não tem tempo de meter o bedelho na vida dos outros”, garante Nubia Oliiver

Mulher leva roupas do marido para amante depois de descobrir traição

Esposa suspeita de matar e jogar o corpo do marido em cisterna com ajuda de amante é presa

Claudia Leitte aparece com a filha e mostra rostinho da bebê na web

Bombeiro agride esposa com socos e pontapés, vai a batalhão e se entrega

Vídeo | Atropelada, mulher se levanta e corre atrás de carro que arrasta seu companheiro

Mãe encontra “chupões” em filha de 12 anos e descobre estupro

Tumor na boca deve adiar entrega de título de cidadã soteropolitana a Heloísa Perissé

Idosa é assassinada a facadas em Irará; filho é suspeito de praticar o crime

Cinco mulheres e um homem são encontrados mortos em chacina no RN; vítimas tinham entre 13 e 54 anos

Com apenas 15 anos, atleta de Irecê sagra-se o 3º melhor ciclista do Brasil

Senhor do Bonfim: 4 suspeitos de tráfico são mortos e sete são presos durante operação policial

Ceará é o estado brasileiro com maior número de relatos de abduções de ETs

Com apenas 15 anos, atleta de Irecê sagra-se o 3º melhor ciclista do Brasil

‘Animais carbonizados e silêncio no lugar do verde e som de pássaros’: biólogo descreve cenário apocalíptico após queimadas

Brutalidade: mãe e filha são esfaqueadas por homem

Piloto filma o próprio resgate após queda de avião ; assista ao vídeo

sexta, 23 de agosto de 2019

Regional

‘Pistoleiro’ pega mais de 18 anos de prisão; réu foi contratado por irmão da vítima

Um homem acusado de matar um idoso em Inhambupe, no agreste baiano, foi condenado a 18 anos e 8 meses de prisão por matar um idoso. O irmão da vítima, apontado como mandante do crime, segue foragido desde o dia do crime, ocorrido em 19 de setembro de 2014.

O júri – presidido pelo juiz José Brandão Netto nesta quarta-feira (10) – apontou para homicídio qualificado, quando não deu direito de defesa da vítima, identificada como Carmelito Caetano da Silva, e foi movido por promessa de pagamento. O valor não foi informado. Segundo a sentença, o réu, não identificado, já estava em prisão preventiva desde 23 de setembro de 2014.

(Fonte: Bahia Notícias) 

O que achou desta notícia ?