Pista no Facebook leva polícia a identificar motorista que atropelou menina há 45 anos

Um motorista que atropelou e matou uma garota de 4 anos na cidade de Fulton (EUA) em 1968 foi finalmente identificado, depois que um detetive aposentado fez um apelo no Facebook por informações sobre o crime.

Segundo o “Huffington Post”, o policial aposentado Russ Johnson publicou no ano passado detalhes do crime ocorrido há 45 anos em sua página no Facebook. Uma mulher, que não teve a identidade revelada pela polícia, viu o post e deu uma pista que levou à identificação de Douglas Parkhurst, 62, morador de Oswego (EUA), como o motorista que atropelou e matou Carolee Sadie Ashby.

A mulher entrou em contato com policial aposentado, pelo Facebook, e contou ter sido abordada na mesma época do atropelamento por um membro da família de Parkhurst. Esse parente do motorista teria pedido a ela que desse um álibi, dizendo que estava junto dele naquela noite. A mulher se recusou a fornecer o álibi e também nunca soube o motivo do pedido.

Ao ler o post no Facebook, ela se lembrou do ocorrido e relacionou o pedido ao atropelamento de Carolee. Com essa informação, os policiais foram interrogar Parkhurst, que acabou admitindo ter bebido na noite do acidente e atropelado “algo”. Ele alegou ter pensado que tinha atropelado um animal e depois ficou sabendo da morte da criança ao ser interrogado pela polícia em 1968.

Fonte: Uol Notícias.

Categoria(s): Internacional.

Comente: