Piscina de prédio de luxo desaba sobre garagem no Espírito Santo e Defesa Civil interdita o local

Uma notícia tem sido destaque nas redes sociais neste sábado (24). O desabamento da piscina de um prédio de luxo localizado em Vila Velha, no Espírito Santo deixou os moradores assustados. O incidente aconteceu nessa quinta-feira (22) e fez com que a estrutura desabasse sobre a garagem do mesmo edifício. De acordo com informações do portal G1 ninguém ficou ferido na ocorrência.

Momentos depois da piscina desabar, fato que aconteceu por volta das 22h, a Defesa Civil interditou a parte da orla do bairro por medidas de precaução. Aproximadamente 270 pessoas moram no edifício Parador e as informações são de que a estrutura que veio a baixo tinha 25 metros e havia sido construída em 2018. A água da piscina escoou pela garagem e os escombros da estrutura foram parar no meio da rua. Segundo testemunho de moradores, no momento da queda da piscina foi ouvido um forte barulho e cheiro forte de gás, por ser aquecida. Os moradores do prédio saíram às pressas sem levar os seus pertences.

“Ouvimos um barulho muito grande. Imediatamente procuramos saber o que aconteceu. Fomos à varanda e vimos que saia muita água do prédio e descemos rapidamente, pegamos algumas coisas. Graças a Deus, não aconteceu nenhum problema maior’’, contou o morador Ubiracy Fonseca.

A Argo, empresa responsável pelo projeto do edifício em 2018, destacou que tem colaborado com as autoridades e tem dado suporte aos moradores do edifício. A empresa informou por meio de nota que a desocupação das duas torres na última quinta-feira (22), foi por medidas de precaução e motivada por orientação da Defesa Civil. De acordo com a nota, a empresa se compromete a arcar com os custos dos moradores com hospedagem e afins visando resolver a situação da maneira mais célere possível.

“A Defesa Civil emitiu parecer no sentido de que a estrutura da edificação não foi abalada pelo incidente, corroborando com o laudo emitido pelo engenheiro calculista, permitindo com isso o retorno dos moradores aos seus apartamentos.

O retorno acontecerá até terça-feira, a fim de resguardar a segurança dos moradores, evitando possíveis aglomerações e alto fluxo de prestadores de serviço nesse momento de pandemia. Nesse período, a Argo vai continuar a arcar com as despesas de hotel e afins’’, diz a nota.

Da redação do Acontece na Bahia

Tag(s): , , , .

Categoria(s): Destaque, Nacional.

Comente: