Pesquisa sinaliza remédio capaz de “neutralizar o coronavírus” e praticamente sem colaterais

O mundo tem se mobilizado arduamente para encontrar tratamentos eficientes contra o coronavírus. Desde o início da pandemia, começou uma corrida para que possamos voltar à “normalidade” o quanto antes. Agora, uma pesquisa dos EUA sinalizou um medicamento capaz de “neutralizar” o vírus.

Analisando mais de 100 bilhões de possibilidades, o grupo da Universidade de Pittsburgh, nos Estados Unidos, conseguiu identificar um composto capaz de “neutralizar o vírus.” De acordo com o estudo publicado na conceituada revista Cell, por incrível que pareça, esse composto é um anticorpo 10 vezes menor do que os anticorpos normalmente são. Além disso, ele é capaz de se conectar a uma proteína específica do vírus, impedindo a infecção.

Então, o estudo prosseguiu e conseguiu unir esse anticorpo a outros compostos, resultando num novo medicamento. Depois disso, os pesquisadores testaram esse remédio em animais e constataram uma redução considerável da presença viral. Por não se conectar diretamente com as células humanas, é esperado que os efeitos colaterais do remédio também sejam muito pouco frequentes. Outro ponto forte é o já citado tamanho da molécula responsável pelo princípio ativo do remédio, pois isso pode facilitar e espalhamento do remédio no corpo humano.

Da Redação do Acontece na Bahia.

Categoria(s): Nacional.

Comente: