Personal é morta a facadas após reclamar de vizinha que a filmava com o celular

Na manhã desta quinta-feira (13), a Polícia Militar de São Paulo confirmou o falecimento da Educadora Física Andressa Serantoni, de 28 anos.

Ela foi assassinada a facadas após perguntar o porquê da vizinha da mãe está gravando ela.

“A mulher [suspeita] passava filmando todos do bairro. Quando foi questionada [pela vítima] sobre o motivo, ela começou a briga.

Em seguida, chamou o marido, que veio com a faca”, disse Felipe Guimarães Juvino, responsável pelo comando do pelotão do 9º Batalhão de Ações Especiais da Polícia (BAEP).

Por fim, a jovem tinha ido até a casa da mãe na tarde da quarta-feira (12) para visitá-la. A equipe do SAMU foi encaminhada até o local, mas a jovem não resistiu aos ferimentos

Categoria(s): Nacional.

Comente: