Pedido de divórcio termina em tragédia: Mulher fica paraplégica após ex pagar quantia para criminosos matarem ela

A vítima Ingrid Mendonça Ribeiro, de 34 anos, que trabalhava de balconista no litoral de São Paulo ficou paraplégica após seu ex marido contratar assassinos para matá-la. Nesse contexto, o ex de Ingrid, que não aceitava o final do relacionamento, pagou a quantia de 18 mil para bandidos assassinarem sua ex mulher.

O crime aconteceu na noite do dia 16 de outubro, em que os bandidos abordaram Ingrid em um assalto forjado. Assim, os bandidos alvejaram ela com um tiro no ombro que atravessou a coluna e se alojou no quadril. Dessa maneira, a medula espinhal de Ingrid foi lesada pela bala, o que resultou em sua paralisia.

Os assaltantes contratados por seu ex marido agiram em uma farmácia no centro da cidade, onde prenderam os outros funcionários nos fundos e roubaram alguns objetos na tentativa de disfarçar a real motivação do crime. Fatidicamente, o crime aconteceu no dia do aniversário do filho de 11 anos da balconista.

Segundo o portal G1, após recobrar a consciência, a mulher disse as autoridades que o carro utilizado na fuga dos bandidos era o mesmo que ela notou perseguindo-a nas ruas dias atrás. Essa informação guiou a polícia em suas investigações que encontraram uma relação dos bandidos com o ex marido da vítima.

Os policias conseguiram capturar os bandidos após uma intensa perseguição que culminou no capotamento do carro dos meliantes e a morte de um deles. Assim, o bandido que sobreviveu o acidente confessou a policia que recebeu 5 mil do ex marido de Ingrid. Ele receberia também 13 mil de forma parcelada após cometer o crime. O ex marido se recusava a assinar o pedido de divórcio e, segundo Ingrid, já tinha agredido ela em casa mais de uma vez.

Tag(s): , .

Categoria(s): Destaque.

Comente: