Pastor Silas Malafaia cancela oração que teria com Bolsonaro depois de ter recebido diagnóstico positivo para covid-19

Uma notícia chamou a atenção neste sábado (27). Um conhecido pastor precisou cancelar o momento de oração que faria com o presidente Jair Messias Bolsonaro (sem partido).

Aos 62 anos, o pastor Silas Malafaia precisou desistir de um momento de oração que teria com o presidente Jair Bolsonaro na próxima segunda-feira (29). Isso porque Malafaia e a mulher dele receberam um diagnóstico positivo para coronavírus e agora estão em isolamento. Há cerca de duas semanas, Malafaia esteve com Bolsonaro e com outros pastores para orar e pedir que “todo o povo de Deus” fizesse um jejum pelo Brasil. Então, eles teriam um novo encontro nessa semana. Mas não termina aí.

Além disso, de acordo com o portal Folha, Malafaia disse que não sabe como contraiu o vírus, mas acredita ter pego durante gravações dos cultos:

“Não sei se na igreja, em culto. Mandei o pessoal anunciar e tudo. Devo ter pego das transmissões[…]Sempre falo na igreja: ‘Meu irmão, se você estiver tossindo, com febre, espirrando, espere para fazer o exame. Na minha igreja, na porta, minha filha, tem medidor de temperatura. Só entra com máscara e álcool em gel, não dou moleza para isso, não.

O pastor também comentou que a esposa dele já não está mais com a doença: “Minha esposa já saiu da Covid-19. Eu que ainda estou, devo estar nos últimos dias com esta tralha.”

Da Redação do Acontece na Bahia.

Tag(s): , .

Categoria(s): Nacional.

Comente: