Para fugir de ser violada sexualmente, mulher pula de prédio e perde movimento das pernas; médicos não sabem se ela voltará a andar

Uma triste notícia circulou nas redes nesta manhã de sábado (6) e chamou a atenção dos internautas. A cabeleireira Juliane Lacerda Lima, de 36 anos, se viu em uma situação extremamente complicada no último dia 29. A mulher teve que pular do primeiro andar de um prédio para fugir de um estupro e acabou perdendo o movimento das pernas.

Câmeras de segurança do prédio que a mulher estava, na cidade de Goiânia, gravou o momento que ela caiu no chão, após pular da sacada do prédio.

Após a queda, a mulher continuou sentada, uma vez que ela não conseguia mexer ou sentir as pernas ao tocar no chão.

A mulher passou foi socorrida por populares e encaminhada para o Hospital de Urgências de Goiânia (Hugo), onde ficou internada. Assim, Juliane passou por uma cirurgia na coluna e continua sem sentir as pernas. A equipe de saúde ainda não sabe se a mulher voltará a caminhar.

No entanto, a mulher afirma não ter se arrependida mesmo diante da possibilidade de perder o movimento dos membros inferiores. De acordo com a mulher, era a única alternativa que ela tinha e que, se precisasse, faria de novo.

A mulher estava trabalhando no salão na manhã do dia 19, no Setor Parque Oeste Industrial, em Goiânia, quando um homem encapuzado chegou no local e anunciou o assalto.

Veja o vídeo:

Da redação Acontece na Bahia.

Tag(s): , , .

Categoria(s): Destaque.

Comente: