Para acalmar filho autista, mãe pedala mais de cinco horas por dia

Uma mãe é capaz de fazer tudo para garantir a felicidade e o bem-estar dos filhos. Um bom exemplo disso é o caso de uma mãe de Garuva, Santa Catarina. Suellen Cristina Budenetz, de 29 anos, costuma passear de bicicleta pela cidade diariamente com o seu filho na garupa. A intenção dela é mantê-lo calmo.

Segundo o site Folha Norte de Santa Catarina, os passeios costumam ser feitos no início da tarde e terminam no começo da noite. Pedalar de bicicleta pela cidade foi a única alternativa que Suellen encontrou para acalmar e alegrar seu filho Adryan Gabriel do Nascimento, de 10 anos, que foi diagnosticado com autismo severo.

“Ele é apaixonado por bicicletas, o brinquedo dele é um pedaço de bicicleta velha que costuma girar os pedais e ver o movimento da roda”, conta a mãe.

Gabriel foi diagnosticado com hidrocefalia e microcefalia ainda na barriga da mãe. Os médicos sugeriram que Suellen não prosseguisse com a gravidez, mas ela recusou. “Foi um susto atrás do outro, não sabia o que isso poderia significar na vida de meu filho”, retrata Suelle.

Segundo ela, os médicos disseram que Gabriel não falaria, não andaria e poderia viver em estado vegetativo. No nascimento, ele teve que ficar internado na UTI por três semanas. Os exames foi realizados durante o primeiro mês de vida do pequeno Gabriel. “Entrava na maternidade chorando, em todos os dias que fui visitar meu filho. Nunca houve boas notícias no início de sua vida”, explica.

Aos seis anos, Gabriel recebeu outro diagnóstico: autismo severo. Passou a tomar dois calmantes por dia. Era mais um desafio para Suellen. No entanto, ela afirma ter paciência e perseverança. “Só a mãe tem paciência. Paciência para fazer comer… Tem dias que preciso insistir para que ele coma direitinho. Faço tudo isso pelo amor de mãe que into por ele, sou perseverante. Sei que, dificilmente, outro fará.”, afirma.

Da Redação.

Categoria(s): Social.

Comente: