Pai perde os braços um dia antes do filho nascer e sonha em poder abraçá-lo

Uma história triste foi contada nesta semana pelo site do G1. Um homem acabou perdendo os braços em um acidente de trabalho apenas um dia antes do seu primeiro filho nascer. O acidente aconteceu em 2019 e, até hoje, Nilson Medeiros, de 34 anos de idade, ainda sonha em poder dar o primeiro abraço no filho.

Para isso, ele precisará de próteses. O garoto, que hoje está com pouco mais de um ano, chama-se Guilherme. Em entrevista ao G1, Nilson falou que esperou nove anos para poder ter a criança ao lado da esposa, Luciana Miranda. No entanto, quando estava em uma fábrica de lingerie ele acabou tendo esse acidente de trabalho.

“A parte que mais me dói é não conseguir segurar Guilherme nos braços. Eu passei nove anos esperando esse momento chegar, mas eu tenho certeza que vai dar certo”, contou esse pai, que sonha em poder dar o primeiro abraço no filho.

Nilson, desde o acidente, recebe o benefício do INSS. Ele continua desempregado e vive com a ajuda de amigos e familiares. Ele não conseguiu dar entrada na aposentadoria até hoje e a pandemia de coronavírus somente tornou tudo ainda mais difícil.

 

Categoria(s): Social.

Comente: