Pai e filha são mortos no mesmo dia após briga em estabelecimento da família

Uma notícia está sendo destaque nesta segunda-feira (12). O dono de um bar, o Ronaldo Rodrigues, de 45 anos, e a sua filha, a Amanda Gabriela, de 17 anos, foram assassinados por um cliente do estabelecimento, o Wandson Menezes após uma briga. Isso porque o Wandson, juntamente a um amiga, tratou Amanda como uma garota de programa e isso irritou o pai.

Revoltado com a situação, Ronaldo pediu para que os dois homens se retirassem do bar. Apesar de saírem quando Ronaldo pediu, os dois voltaram momentos dois. Assim, Wandson saiu e segundo testemunhas, foi ao carro e armado, voltou ao bar. Lá, ele disparou contra Ronaldo, que faleceu no local.

Para se defender, Amanda ainda tentou pegar uma garrafa para jogar no criminoso, mas ele disparou contra a cabeça da jovem. Ele e o amigo, Tiago [ sobrenome ainda não revelado], fugiram do local. Amanda chegou a ser levada com vida ao hospital, mas não resistiu.

Os dois homens seguem sendo procurados. O carro usado por Wandson foi encontrado pela polícia abandonado em uma estrada da região.

Em entrevista, a irmã mais velha de Amanda disse que agora vai precisar cuidar sozinha do irmão mais novo. Eles já haviam perdido a mãe a cerca de um ano.

Ronaldo Rodrigues (esq.), de 45 anos, e a filha, Amanda Gabriela, de 17 anos, foram assassinados por um cliente do bar da família. O conflito começou quando o suspeito, Wandson Menezes (dir.), de 28 anos, tratou a jovem como garota de programa, o que não agradou ao pai. O criminoso saiu do estabelecimento e voltou armado para atacar os dois, fugindo em seguida. O Cidade Alerta está acompanhando as investigações; entenda

Na ordem, Ronaldo [ dono do bar], Amanda e Wandson [ suspeito do assassinato].

 

 

Da Redação do Acontece na Bahia

Categoria(s): Destaque.

Comente: