Pai do menino Henry organiza protesto para pedir justiça pela morte do filho

Uma notícia está sendo destaque nesta segunda-feira (05). O pai do menino Henry, o engenheiro Leniel Borel, convocou pelas redes sociais um protesto na forma de carreta, que tem como objetivo pedir justiça pela morte do filho. A manifestação está marcada para às 17h, em frente à sede da Subprefeitura da Barra da Tijuca, seguindo para 16ª DP, no mesmo bairro, onde o caso aconteceu.

Para Leniel, o padrasto do menino, o Dr. Jairinho, é o principal culpado, pois segundo ele, o homem agiu muito friamente.
”Não tenho dúvidas de que Dr. Jairinho é culpado. Naquela noite no hospital, ele ficava junto aos médicos que tentaram salvar Henry o tempo todo. A princípio eu achava que era porque também era médico, mas agora percebo que era para acobertar o que realmente aconteceu. Ele é muito frio. Assim que foi decretado o óbito do meu filho, Dr. Jairinho chegou perto de mim e, na frente de uma pessoa da igreja que frequento e de uma amiga minha, disse: Vamos virar essa página, vida que segue. Faz outro filho”, disse Leniel.

Agora, o delegado responsável pelo caso, Henrique Damasceno, acredita que as provas periciais concluirão a investigação, entre eles os laudos de necropsia do corpo de Henry e os celulares e computadores de Monique ( mãe do garoto), Dr. Jairinho e do próprio Leniel.

Da Redação do Acontece na Bahia

Tag(s): , .

Categoria(s): Destaque.

Comente: