Pai das crianças mortas em incêndio na casa onde estavam é preso nesta quinta-feira suspeito de ser o autor do crime

O triste caso dos três irmãos que faleceram após o quarto que estavam pegar fogo, ganhou nesta quinta-feira (18) uma nova versão. Um dos pais das crianças, o Ricardo Reis de Faria e Vieira, de 33 anos, foi preso preventivamente depois da polícia apontar ele como o autor do incêndio.

As três crianças, Fernanda Verônica Reis Vieira, de 14 anos, Gabriel Reis Vieira, de 7 anos, e Lorenzo Reis Vieira, de um ano, foram adotadas pelo casal homoafetivo Ricardo e Leandro José de Faria e Vieira. O casal está separado e as crianças ficavam a cada semana com um dos pais. Ontem, elas estavam na casa de Ricardo. Durante a madrugada, o quarto em que os irmãos estavam pegou fogo. Segundo o delegado Eliardo Amoroso Jordão, Ricardo ao perceber que a casa estava incendiando tentou arrombar a porta, mas não conseguiu. Logo em seguida, o pai foi à delegacia pedir ajuda. Pouco tempo depois o corpo de bombeiro chegou, mas não foi possível salvar os irmãos.

Porém, hoje (18), Ricardo foi preso suspeito de ser o autor do crime. Para a polícia, o homem apresentou versões diferentes em seus depoimentos. Primeiro, Ricardo alegou que acordou após sentir o cheiro da fumaça e ao perceber tentou arrombar a porta do quarto das crianças, mas não conseguiu porque estava sob efeito dos medicamentos que tomava para dormir. Como não tinha notado a presença das crianças no quarto, decidiu sair do local.

Em outra versão, ele teria sugerido que as vítimas teriam sido sequestradas pelo seu pai, avô das crianças, Leandro, e seu parceiro, Lincoln. Uma vizinha do homem também alegou ter ouvido gritos de socorro.

O corpo dos dois meninos, Gabriel e Lorenzo, foram encontrados no quarto e o da adolescente Fernanda foi encontrado no banheiro.

Por conta disso, a Polícia Civil, está investigando a possibilidade de Ricardo ter provocado o incêndio para ter garantido o seguro de vida da família, estimado em R$ 200 mil. Antes dessa possibilidade ser estudada pelos policiais, acreditava-se também que o fim do relacionamento de Ricardo e Leandro fosse uma das razões para o crime, pois segundo Leandro, Ricardo insistia constantemente para a volta do relacionamento, chegando a alegar que a vida dele não teria sentido sem a família unida.

Da Redação do Acontece na Bahia

Tag(s): , .

Categoria(s): Destaque.

Comente: