Search
Close this search box.

Jorge Solla é convidado como consultor pelo Ministério dos Esportes para projeto de interação entre saúde e esporte

Democratizar o acesso a atividades esportivas qualificadas para prevenir doenças crônicas nas populações de territórios mais vulneráveis. Essa é uma das ideias apresentadas pelo deputado federal Jorge Solla (PT-BA) no Ministério dos Esportes, nesta quarta-feira (24).

Com o coordenador político do mandato, Ademário Costa, Solla foi recebido pela secretária de Esportes de Alto Rendimento, a medalhista olímpica de basquete Marta Sobral. Depois, a ministra Ana Moser, multicampeã de vôlei de quadra, se juntou ao encontro na sede da pasta.

O parlamentar foi convidado para colaborar com o projeto-piloto da futura Rede de Desenvolvimento que pretende promover a interface entre esportes, saúde e educação com o objetivo de prevenir doenças como obesidade, hipertensão e diabetes, dentre outras.

“Há inúmeros estudos científicos que apontam para a prevalência de doenças crônicas por falta de atividades físicas”, observa. “A população mais vulnerável, sobretudo mulheres negras sem condições nem tempo para se exercitar, é quem mais sofre”, completa Solla.

O deputado sugeriu algumas iniciativas para fomentar atividades esportivas nos territórios mais vulneráveis socialmente, como a inclusão de espaços poliesportivos nos projetos do Minha Casa, Minha Vida, além da disponibilização de educadores físicos nas comunidades.

Para Solla, seria fundamental a participação intersetorial de outros ministérios na rede, para que haja investimentos na infraestrutura das cidades, de forma a oferecer serviços públicos integrados com o trabalho de prevenção à saúde coletiva.

O deputado ainda assegurou protocolar um requerimento na Comissão de Saúde da Câmara dos Deputados para arregimentar parcerias com universidades, entes da sociedade civil e diferentes esferas da administração pública na busca pela promoção do bem-estar social.