Novo vídeo mostra cobra que picou jovem médica na cachoeira: “Armada para o bote”

A história da jovem médica que foi picada por uma cobra na cachoeira tem sido uma das mais surpreendentes dos últimos dias. Agora, a hipótese de que a serpente foi arrastada pela correnteza e caiu sobre a doutora está sendo fortalecida. Isso porque, novas imagens mostram a cobra bem perto da queda d’água onde estava a médica.

No vídeo, a jararaca está bem onde cachoeira deságua. O animal, que certamente deve ter mais de 1 metro,  aparece em cima das pedras molhadas. Olhando fixamente para um lugar, a serpente demonstra uma postura ainda estressada, como se estivesse armada e pronta para o bote. Todo esses estresse seria por conta do arrastamento e da queda que sofreu, deixando a cobra bem agressiva e resultando no incidente com a médica.

Entenda o caso

No momento em que estava na cachoeira com as amigas, a médica acabou picada pela cobra, na água mesmo. Depois do ocorrido ela foi internada na UTI. Mesmo recebendo o soro, a doutora teve uma reação muito forte ao veneno, causando a obstrução de 70% das suas vias aéreas. Isso se deve ao local das picadas, que incharam muito, comprometendo estruturas importantes. Se as picadas tivessem atingido algum membro como os braços ou as pernas, é muito provável que o quadro dela estivesse muito diferente. Então, perante a dificuldade de ventilação da paciente, a equipe médica precisou tomar uma importante decisão:Realizar uma traqueostomia ou uma intubação. Como Dieynne está em estado grave, eles escolheram a traqueostomia, que é um procedimento bem menos invasivo. Atualmente o quadro dela continua delicado, mas é esperado que a traqueostomia acelere a recuperação, e estabilize o estado de saúde. O parque onde o incidente aconteceu está acompanhando o caso e disse que, em vários anos de operação, isso nunca aconteceu antes.

Da Redação do Acontece na Bahia

Categoria(s): Nacional.

Comente: