Nordestino é agredido por 7 neonazistas em Niterói

 

A Polícia Civil de Niterói, no Rio de Janeiro, deteve, na manhã deste sábado, cinco homens, um adolescente e uma mulher neonazistas acusados de agredir um homem de origem nordestina na cidade. Eles atacaram a vítima, identificada como Sirlei dos Santos, 33 anos, na praça Arariboia. Armados de facas, soco inglês e bastão, o grupo desferiu golpes contra o homem, que não ficou ferido com gravidade.

Os suspeitos foram levados para a 77ªDP (Icaraí) e prestaram depoimento. A mulher, que seria apenas namorada de um dos integrantes, foi liberada. De acordo com a delegada Helen Sardenberg, os cinco homens vão responder por crimes de intolerância racial, propaganda nazista, lesão corporal, formação de quadrilha e corrupção de menores, todos inafiançáveis.

Segundo a polícia, Davi Ribeiro Morais, 39 anos, Carlos Luiz Bastos Neto, 33 anos, Thiago Borges Pita, 28 anos, Caio Souza Prado, 23 anos, e Philipe Ferreira Ferro Lima, 21 anos, vestiam camisas com referências a um grupo neonazista e exibiam no corpo tatuagens da cruz suástica. No carro onde o grupo estava também foram encontrados panfletos e outros materiais de propaganda nazista.

Com informações da Agência Brasil

Categoria(s): Nacional.

Comente: