Nilo só colocará para votação projeto que reduz recesso se houver consenso

Mentor de um projeto para reduzir o recesso parlamentar de 90 para 60 dias na Assembleia Legislativa da Bahia, o deputado Marcelo Nilo (PDT) disse que só colocará a matéria para votação caso obtenha o consenso entre os seus pares. “O prazo [para votar] será quando eu conseguir o consenso da Casa. Espero conseguir em 60 dias”, afirmou o presidente da AL-BA. Com o argumento de que não “expor” os deputados que são contrários à diminuição do recesso e que eles lhe fazem “beicinho” quando estão insatisfeitos, Nilo apresentou sua visão de como funciona o Legislativo baiano. “É uma tarefa difícil, porque não está tendo o clamor popular. Eu, pessoalmente, sou favorável à redução, mas só poderia botar para votar se houver consenso. Não posso dizer ‘quem quiser vota a favor, quem não quiser vota contra’. Tenho que respeitar os colegas”, afirmou nesta quarta-feira (6), em entrevista ao programa Acorda pra Vida, da Rede Tudo FM 102,5. Ainda durante a entrevista, Nilo se contradisse, ao elogiar o deputado Álvaro Gomes (PCdoB) por manifestar publicamente sua opinião. “Parabenizo o deputado Álvaro Gomes, que veio dizer que é contra a redução do recesso”, declarou. Ao defender que “recesso não é férias”, o pedetista disse que os parlamentares atuam no período. “Os deputados da Bahia são trabalhadores. Trabalho muito mais como deputado do que quando era presidente da Embasa”, comparou.

Fonte: Bahia Notícias.

Categoria(s): Regional.

Comente: