‘Não é uma relação fácil’; afirma Mourão sobre o presidente Bolsonaro durante entrevista

Uma notícia tem repercutido nas redes sociais nesta terça-feira (22). O vice-presidente da República, Hamilton Mourão, afirmou em entrevista ao portal Metrópoles que a relação dele com o presidente Bolsonaro não é fácil. Mourão que anda afastado das reuniões ministeriais ultimamente afirma que procura dá a sua contribuição ao presidente, mas pontuou que fica inviável ajudar quando não tem informação sobre o que anda acontecendo no Palácio do Planalto.

O vice-presidente trouxe fatos históricos para embasar o distanciamento do presidente. “O papel do vice-presidente na história da República sempre foi complicado. Começando pelo primeiro, o Floriano Peixoto”, comentou. “Não é uma relação simples, não é uma relação fácil”, pontuou. “O que eu tenho tentado é cooperar com o presidente, e para isso eu tenho que saber o que está acontecendo. Quando eu não sei o que está acontecendo fica difícil cooperar”, lamentou. Mas não é só isso…

Mourão disse que não há que se falar em ruptura.“Fui eleito para ser vice-presidente do presidente Jair Bolsonaro. Então, vou acompanhá-lo até o dia 31 de dezembro do ano que vem”, comentou. Hamilton Mourão disse ainda que apoiará o presidente Bolsonaro em 2022.

Ainda durante a entrevista o vice-presidente contou que não conversou com Bolsonaro sobre a composição da chapa que irá disputar as próximas eleições, entretanto falou que possivelmente estará de fora. “Os indícios são de que o presidente pode escolher outra pessoa como seu candidato a vice, até por problemas de composição política”, contou. “Aguardo, pacientemente, o que vai acontecer”, afirmou.

Da redação do Acontece na Bahia

Tag(s): , , , .

Categoria(s): Destaque, Nacional.

Comente: