‘Não a considero mais minha filha’, diz avó da criança assassinada pela mãe

Dona Isaíldes Batista, de 58 anos, ainda não consegue acreditar que seu neto Rafael Mateus Winques, de 11 anos, está morto. Ela ficou sabendo que ele teria sido assassinado pela sua filha após ela confessar o crime.

Alexandra Dougokenski, mãe do menino, não queria avisar para as autoridades, mas Isaíldes insistiu até que ela comunicou a Polícia o seu desaparecimento. A avó relatou que mãe era uma boa mãe e mantinha Rafael com disciplina.

‘Qualquer vizinho vai te falar isso, ela era uma boa mãe. Eu quando me estranho com meus filhos chuto o pau na barraca, com ela (Alexandra) os filhos eram todos disciplinados’, disse ela.

De uma só vez, Isaíldes ficou sabendo que o neto morreu e que sua filha fora presa pelo crime.

Categoria(s): Nacional.

Comente: