“Nada justifica o que fiz” diz presidente do Vitória após briga feia com jogador de time adversário

Depois de se envolver numa polêmica daquelas, o presidente do Vitória, Paulo Carneiro se mostrou arrependido. Então, em entrevista à Rádio Metrópole na última quinta-feira, dia 24, Paulo relembrou o caso e afirmou: “Cometi a impropriedade de fazer aquilo. Não deveria fazer. Nada justifica o que fiz no nível que a gente quer levar o Vitória, reconheço, mas não arrependo. Não deveria ter feito.” Mas o que realmente aconteceu?

O que aconteceu?

Diante de um jogo duro e após duas expulsões, Paulo Carneiro parece ter ficado muito chateado e isso acabou repercutindo num momento complicado. O Vinícius, jogador do Ceará, estava no meio de uma entrevista breve sobre o jogo e foi interrompido pelos insultos repentinos do dirigente do Vitória. Durante a discussão com Vinícius, Paulo teria se exaltado e dito “Eu lhe dou porrada, seu vagabundo. Aqui você apanha! Comigo a escola é outra! Fica caladinho aí!” Depois disso, percebendo a possibilidade de uma confusão, o clube encerrou a entrevista com o jogador, que também aparentava querer evitar o conflito. Logo em seguida, pessoas próximas tentaram acalmar Paulo Carneiro, que continuava a bradar. Além disso, no fim do jogo, o Ceará acabou levando a melhor e venceu o Vitória por 4 a 3, se classificando para a Copa do Brasil.

Da Redação do Acontece na Bahia.

Categoria(s): Nacional.

Comente: