Mulher se passa por produtor de Michel Teló, aplica golpes em cantores e é presa em Fortaleza

Golpes e crimes de falsidade ideológica tem sido frequentes nesta última semana. O destaque para esta quarta-feira (21) é para uma mulher que se passava pelo produtor musical do Michel Teló, o Dudu Borges e chegou a faturar mais de R$100 mil.

A mulher foi presa em Fortaleza, em um hotel. As vítimas eram profissionais da música. Uma das vítimas, por exemplo, pagou mais R$80 mil para que tivesse o DVD produzido e com a participação de artistas renomados. Com a demora, ela foi para São Paulo procurar pelo produtor e lá se deu conta que caiu em um golpe. Assim, procurou a polícia e registrou o boletim de ocorrência.

O advogado Bruno Queiroz informou que a suspeita é compositora e por possuir relacionamentos no meio musical, tinha conhecimento da rotina do produtor Dudu Borges e assim sabendo enganar bem as vítimas.

“Ela fez amizade com a Giselle [ uma das vítimas] em uma oficina de compositores e então passou a se apresentar como uma pessoa muito próxima do Dudu. O golpe foi muito bem arquitetado. A partir daí ofereceu a Giselle possibilidade de gravar um CD por um preço de custo. Usou contrato com falsificação de assinatura e cometeu golpe com auxílio de outras pessoas”, informou.

 

Da Redação do Acontece na Bahia

Categoria(s): Artistas.

Comente: