Mulher recebe carta da vizinha evangélica com “ordem” de como se vestir por causa do marido dela: “Tenha decência”

O caso de um bilhete chamou atenção nesta sexta-feira (1). Uma mulher recebeu uma carta com um recado. Nela, uma suposta vizinha deixou uma ordem para a mulher e falou sobre o marido.

A jovem confeiteira Juliana Kulpa, de 25 anos, recebeu uma carta inusitada de uma suposta vizinha. No bilhete a mulher exigiu que a moça deixasse de usar sutiã na própria casa. De acordo com o que foi escrito, a vizinha seria evangélica e o marido dela estaria trabalhando em casa,. Confira o que a mulher escreveu

“Olá. Gostaria de pedir por favor para a senhora parar de transitar em sua casa de sutiã. Somos evangélicos e meu marido fica em casa em home office. Tenha decência.”

Então, em entrevista ao portal Universa, a confeiteira Juliana afirmou que mora no mesmo prédio já há 8 anos e que nunca teve esse tipo de problema antes. Além disso, ela mudou de apartamento recentemente, dentro do mesmo prédio, e afirma não ter esse costume de andar de sutiã. Para ela a vizinha pode estar se referindo ao top e shorts que Juliana usa para academia. Juliana afirmou que acha que seja alguém de outro prédio e explicou:

“A primeira reação foi um susto, porque a pessoa não se identificou. Fiquei assustada com isso. Eu imagino que tenha sido no dia que eu fui fazer uma caminhada e, em seguida, fiz uma faxina Até hoje, a pessoa não se identificou. Eu não imagino quem seja, porque as janelas da minha lavanderia e do meu quarto dão para a frente do outro prédio; mas ‘é muito apartamento’. Não dá para saber quem é. Com certeza é alguém do outro prédio, porque daqui não tem como ninguém me ver.”

Então a jovem contou para a síndica sobre o ocorrido e viveu uma situação descontraída. Juliana contou a reação da síndica:

“Ela deu muita risada. Disse que estava passada com a situação, mas que não poderia fazer nada porque a pessoa não havia se identificado.”

Da Redação do Acontece na Bahia

 

Tag(s): .

Categoria(s): Nacional.

Comente: