Mulher que foi encontrada amordaçada teria sido presa porque homem decidiu se vingar do amante de sua esposa

Um caso volta à tona e envolve a jovem, de 24 anos, que foi feita refém por dois suspeitos e deixada amarrada pelas mãos, pés e pescoço junto à própria cama em sua residência. O crime aconteceu nessa quinta-feira (09), e um dos suspeitos, supostamente, seria o marido da mulher com quem o esposo da jovem agredida, de 34 anos, estava tendo um caso extraconjugal.

O suspeito sequestrou a jovem como forma de retaliação para se vingar do amante de sua esposa. A mulher foi surpreendida pelos suspeitos após chegar em sua residência. A jovem contou que percebeu um veículo estranho próximo a sua casa e que momentos depois foi surpreendida por dois suspeitos. Segundo ela, um dos suspeitos estava com uma arma.

Os homens forçaram a mulher a se ajoelhar e amordaçaram a boca dela com uma fita. Logo depois ela foi amarrada pelos pés, mãos e pescoço com uma extensão, além de sofrer ameaças. “Isso é só um aviso, isso é para seu marido aprender pelo que ele fez, isso é pra ensinar seu marido pelo que ele fez”, falou um dos suspeitos.

A mulher esteve em companhia dos criminosos por quarenta minutos, até que o celular de um deles tocou e a partir daí eles saíram do local. A jovem foi encontrada horas depois por um amigo do casal, que foi visitá-los e estranhou o portão aberto e um barulho suspeito vindo de dentro da casa. A Polícia Militar foi acionada e ao chegar ao local encontrou a mulher amarrada e assustada. A princípio, a jovem não queria registrar boletim de ocorrência, mas foi convencida pelos agentes da importância do documento.

Na delegacia, a jovem passou por exame de corpo de delito, em razão dos hematomas nas mãos e pernas, por conta do fio usado para amarrá-la. O marido da vítima foi ouvido pela polícia. Disse que já estava sendo ameaçado pelo homem e, inclusive, mostrou prints das ameaças enviadas pelo suspeito por meio do Facebook. O suspeito dizia que estava sendo traído pela esposa com o marido da jovem que foi amordaçada.
O crime foi registrado na delegacia da cidade como ameaça, sequestro e cárcere privado. A polícia ainda não conseguiu prender os suspeitos do crime.

Da redação do Acontece na Bahia

Tag(s): , , , , .

Categoria(s): Destaque, Nacional.

Comente: