Mulher que envenenava marido durante anos para ficar com a casa e o seguro é presa depois de 7 anos sendo procurada

A mulher suspeita de envenenar a comida do marido e dos três filhos durante anos foi presa nesta quinta-feira (08) pela Polícia Civil de São Paulo.

A principal vítima da mulher era o marido, o qual era dono da casa que ela queria se apropriar. Além disso, ela também objetivava obter o dinheiro do seguro de vida de seus familiares.

Também foi descoberto que ela obrigava um dos filhos a envenenar o próprio pai e ameaçava o menino de morte caso ele não fizesse isso. Ela chegou, inclusive, a sugerir para o garoto que ele desse um golpe de faca no pai, simulando um acidente.

O marido da mulher, Jorge, diversas vezes era levado para o Hospital Regional de Ilhéus e em outros hospitais da região, mas o diagnostico nunca conseguia ser preciso.

“Levava a alimentação para ele [no hospital] com arsênico. A quantidade era pequena, mas ela era constante, e é isso que causa envenenamento”, disse a delegada Ivalda Aleixo à Record TV.

Jorge foi hospitalizado pela ultima vez em dezembro de 2019. Nessa época, ele teve uma parada cardíaca e foi informado de que poderia morrer em poucos dias. Ele, porém, sobreviveu.

Depois disso, a mulher passou a ter um relacionamento com outro homem que conheceu no hospital e abandonou a família.

Com o exame toxicológico de Jorge que confirmou envenenamento, a mulher se tornou a principal suspeita. Contudo, ela fugiu.

Ela fugiu para a cidade de Sumaré, no interior de São Paulo, casou e teve mais um filha. Desde então, ela fornecia endereços falsos e nunca era encontrada. Após as investigações, a Divisão de Capturas do Departamento de Operações Policiais Estratégicas a localizou nesta quinta-feira (7).

A autora responde por tentativa de homicídio qualificado.

 

Da Redação do Acontece na Bahia

Categoria(s): Destaque.

Comente: