Mulher que acusa Daniel Alves processa mãe e amigos dele por exposição indevida de dados

A defesa da mulher que acusa Daniel Alves de agressão sexual na Espanha tomou medidas legais contra aqueles que divulgaram seus dados nas redes sociais.

A advogada da mulher, Ester Garcia Lopez, apresentou um processo na Justiça espanhola contra todas as pessoas responsáveis pela publicação do vídeo, incluindo a mãe de Daniel Alves, Maria Lúcia, e amigos do jogador.

O Ministério Público espanhol também está analisando o caso, e conforme o jornal El País, o órgão buscará proteger a imagem da mulher durante o julgamento de Daniel Alves. O julgamento do brasileiro está programado para começar em 5 de fevereiro, com a expectativa de durar quatro dias.

Exposição indevida nas redes sociais:

A mãe de Daniel Alves e indivíduos próximos ao ex-jogador compartilharam um vídeo de um minuto atacando a suposta vítima. O vídeo destaca a mulher em eventos sociais com amigas meses após o incidente.

O conteúdo do vídeo insinua que as ações da mulher são inconsistentes com as possíveis sequelas físicas e psicológicas de um caso de agressão sexual. Vale ressaltar que na Espanha, divulgar imagens de vítimas de agressão sexual na tentativa de descredibilizá-las é considerado crime.

Da redação do Acontece na Bahia

Foto: Reprodução, Instagram / Purepeople