Mulher leva marido morto para fazer prova de vida em Banco e acaba na delegacia

Uma história sem precedentes se tornou alvo de investigação Policial. No início deste mês, uma mulher foi até uma agência do Banco do Brasil para levar o companheiro para uma prova de vida para que recebesse a aposentadoria. Contudo, uma coisa bizarra aconteceu: o homem foi levado até lá sem vida!

De acordo com o portal A Cidade ON, a mulher de 58 anos foi até o banco, em Campinas, na intenção de provar a vida do companheiro de 92. Contudo, depois disso foi parar na delegacia. Mas o que aconteceu? Ao chegar no banco acompanhada de um casal de vizinhos, a mulher empurrava uma cadeira de rodas com o suposto marido sentado nela. Além da questão da prova de vida, ela havia esquecido a senha para fazer uma movimentação na conta dele e precisou de ajuda. Em certo momento, ela disse que o marido estava passando mal. Então, o Samu foi acionado e chegou até o banco. Foi aí que as suspeitas começaram.

Depois de examinar o homem, o socorrista percebeu que ele já estava sem pulso. Mas outras características se destacaram. O inchaço dos pés e a aparência do homem demonstravam que ele já estava sem vida há pelo menos 12 horas. Por conta disso, a polícia foi chamada e a mulher teve que se explicar. Em sua defesa, ela disse que tinha conversado com o marido pela manhã e tinha combinado com ele de ir ao banco. Entretanto, ela acabou se contradizendo várias vezes e para piorar a situação, tudo indica que a cadeira de rodas foi comprada há apenas 1 dia. Por não poder mensurar exatamente quando o homem morreu, a polícia acabou liberando a mulher, mas as investigações seguem em curso.

Da Redação do Acontece na Bahia.

Categoria(s): Nacional.

Comente: