Mulher cava poço para matar sede de família e internautas criam vaquinha

Acesso à água potável em uma vila de São Félix do Xingu (PA) é bastante difícil e causa bastante sofrimento a várias famílias. Joana é casada e tem dois filhos pequenos, um de 9 e outro de 10 anos.

O marido sofreu um AVC em janeiro de 2019, seu braço esquerdo ficou paralisado e por isso Joana teve que cavar o poço sozinha para matar sede de sua família

Ela mesma decidiu dar uma solução para o problema cavando um poço artesiano no quintal de casa.

A casa da família é toda de madeira e o banheiro fica no quintal, também de madeira. A equipe do site Razões para acreditar criou uma vaquinha para ajudá-la.

“Minha maior vontade é poder ter um banheirinho dentro de casa”, desabafa Joana.

Na vila de Joana existe um único poço para mais de 300 famílias. É muita gente pra pouca água.

“Tem dia que a gente tem água, e tem dia que não. Atrasa muito a vida da gente. Às vezes, tem que ir buscar água na casa dos vizinhos.”

O seu Humberto, marido de Joana, pegava pesado na lavoura para sustentar a casa. Mas desde que sofreu o AVC, é Joana quem mantém a família de pé.

Os dois tentaram conseguir o auxílio emergencial do governo para segurar a barra nessa pandemia, sem sucesso. Humberto não recebe auxílio doença.

A vaquinha chegou em boa hora e Joana é muito grata a todos que agora farão parte da história da sua família:

“Minha vontade é fazer a casa de concreto porque a madeira solta muito pó e esse pó me dá alergia. A vida vai mudar completamente com essa vaquinha. Agradeço a todos os doadores, que Deus abençoe e multiplica na vida de cada um!”

Para ajudar Joana e sua família você pode doar através do link:

https://voaa.me/joana-poco

Categoria(s): Social.

Comente: