“Muito para vocês, pouco para povo”, diz oposição após Bolsonaro confirmar redução do auxílio de R$ 600 para R$300

Na última terça-feira, Jair Bolsonaro confirmou a prorrogação do auxílio até o fim do ano. Entretanto, o valor pago será de R$300 e não os R$600 que são depositados atualmente.

Além disso, os parlamentares de oposição e centrais sindicais não concordaram com a alteração. De acordo com esses, eles vão atuar no Congresso Nacional para fazer mudanças na medida.

Nesse contexto, a ideia é que o valor de R$600 seja mantido para os trabalhadores informais e os R$1.200 para as mães de família.

“Bolsonaro surfou na produção da oposição e do Congresso Nacional e ganhou popularidade.

No entanto, agora, se revela através da proposta dos R$ 300, que não resolve o problema das famílias e nem ajuda a mudar a realidade da economia em retração”, diz Rogério Carvalho (PT).

“”Muito para vocês, pouco para povo”, diz o senador ao completar sua fala.

Nesse contexto, a equipe do presidente disse que não há como manter o valor, uma vez que o programa custa caro para os cofres públicos são cerca de R$50 bilhões por mês.

Por fim, de acordo com o Ministério da Economia, o custo do auxílio está estimado em R$ 254,4 bilhões e até agora já foram desembolsados R$ 212,75 bilhões.

 

Categoria(s): Nacional.

Comente: