Motorista de aplicativo é brutalmente assassinada após cliente pedir uma corrida e anunciar um assalto

Um caso extremamente triste e revoltante continua sendo destaque nesta quinta-feira (18). No último domingo, a motorista de aplicativo Luciana Cordiolo foi brutalmente assassinada com 71 facadas, em São Paulo. O responsável pelo assassinato foi um homem que pediu a corrida e anunciou o assalto no trajeto.

Jovanilson Soares Nogueira, de 19 anos, autor do crime, pediu a corrida e durante o trajeto anunciou um assalto. Luciana logo em seguida parou o carro em uma rodovia, porém, mesmo fazendo o que o homem pediu, foi assassinada com as dezenas de facadas. O corpo da mulher foi abandonado em uma área de mata em Fernandópolis, interior de São Paulo.

Após assassinar a mulher, Jovanilson Soares conduziu o veículo. No percurso, o carro parou de funcionar. O homem pediu ajuda das pessoas que estavam nas proximidades, mas as roupas sujas de sangue chamaram a atenção. Os populares então acionou o SAMU. Este, por sua vez, acionou a Polícia Militar. Na delegacia, o homem confessou o crime.

Jovanilson Soares Nogueira foi condenado a 30 anos de prisão. O juiz responsável pelo caso, Vinícius Castrequini Bufulin, comentou que o homem chegou a dizer “não ter qualquer arrependimento de ter desferido 71 golpes de faca, com intensa vontade de matar.”

Da Redação do Acontece na Bahia

 

 

Tag(s): , .

Categoria(s): Destaque.

Comente: