Morre o policial suspeito de matar a ex-namorada no dia do aniversário dela

Morreu nesta sexta-feira, dia 11, Jonatha Diniz, o policial acusado de matar a jovem Karine Rangel no dia do aniversário dela.

Na tarde da última quinta-feira uma história assustou o sertão pernambucano. A filha do médico Rubens Rangel foi morta em Santa Cruz da Baixa Verde bem no dia do aniversário dela. A principal suspeita é de que ela estaria comemorando com uma amiga e foi seguida pelo ex-companheiro, o policial militar Jonathan Diniz. Após isso, ele teria discutido com Karine, mandado a amiga dela se afastar e disparado contra a jovem.

Logo depois do crime, o policial teria confessado tudo num grupo de aplicativo de mensagens: “Comandos, a vida da gente é imprevisível, pedi muito a ela que não me provocasse, que pensasse na menina, mas ela não teve cabeça e nem muito menos eu tive. Vou me apresentar”

Apesar de ter dito que se entregaria, ele ele estava foragido. Porém, Jonathan foi encontrado sem vida na zona rural da cidade de Princesa Isabel. O casal chegou a viver junto, mas se separou por conta das constantes brigas. As autoridades estão investigando o que ocorreu.

Da Redação do Acontece na Bahia.

Categoria(s): Nacional.

Comente: