Morre aos 116 anos Besse Cooper, considerada a mais velha do mundo

Besse Cooper em 2011, quando conquistou o título de pessoa mais velha do mundo, dado pelo Guinness World Records

(Foto: AP Photo/David Goldman)

A americana Besse Cooper, considerada a pessoa mais velha do mundo pelo “Guinness World Records”, morreu nesta terça-feira (4) em Monroe, estado da Geórgia, nos Estados Unidos, aos 116 anos de idade, informou a rede de TV “CNN”.

Nascida em 26 de agosto de 1896, Besse ganhou a chancela de pessoa mais idosa do mundo em janeiro de 2011. Durante um breve período, a americana caiu para o segundo lugar da lista de mais longevos quando os funcionários do “Guinness” encontraram no Brasil a Maria Gomes Valentim, que era 48 dias mais velha que Besse – no entanto, a brasileira morreu em junho de 2011, poucas semanas antes do seu 115º aniversário.

Quando questionada sobre o segredo de sua longevidade, Besse contou: “Só me preocupo com a minha vida e não como ‘besteira'”.

Besse nasceu no Tennessee e se mudou para a Geórgia durante a Primeira Guerra Mundial para trabalhar como professora. Pouco depois, em 1924, se casou. A americana deixa quatro filhos e mais de duas dúzias de netos, bisnetos e tataranetos.

Apenas oito pessoas já chegaram aos 116 anos, sendo a mais velha delas Jeanne Louise Calment, que morreu no sul da França em 1997, quando somava 122 anos.

Fonte: G1, com informações da Agência EFE

Categoria(s): Internacional.

Comente: