Morador de rua encontrado sem vida tinha mais de R$ 600 MIL no banco e em ações

Um notícia triste chocou o povo nesta quarta-feira (3). O caso ocorreu na Itália, mas já chegou às manchetes de todo o mundo. Na última quinta-feira (28), um morador de rua de 75 anos, da cidade de Milão, foi encontrado morto em uma cabana de papelão construída em uma estação rodoviária. O motivo da morte teria sido por doenças já existentes somadas com o frio intenso. Então, depois disso uma situação única veio à tona.

Contudo, ninguém imaginava que o que estava por vir fosse tão disruptivo para tal contexto. Apesar de muito triste a situação, os policiais e responsáveis pela investigação ficaram intrigados com uma descoberta: O morador de rua cujo nome é Umberto Quintino Diaco possuía uma fortuna.

Além de ter um valor de 100 mil euros ( R$643 mil ) em uma conta bancária, ele possuía uma aposentadoria de 750 euros ( um poucos mais de R$ 4.800,00) vinda da Alemanha, 19 mil euros (mais de R$ 100.000,00) em títulos acionários e 1.235 euros ( aproximadamente R$ 8.000,00) em espécie em seu corpo.

Segundo a irmã da vítima, Diaco teria fugido de casa desde os 17 anos e não foi encontrado desde então. Mais tarde foi descoberto que ele trabalhou na área construção civil na Alemanha. Apesar de nunca ter sido encontrado antes, a irmã afirma que nunca deixou de procurá-lo. Por não possuir herdeiros, a irmã recebeu todos os seus bens.

Da Redação do Acontece na Bahia.

Tag(s): , .

Categoria(s): Internacional.

Comente: