Monte Santo: Pastor deixa cidade acusado de violentar mulheres e crianças

 

Um pastor da Igreja Congregação Batista em Monte Santo, acusado de praticar diversos estupros contra mulheres e crianças do povoado de Pedra Vermelha, distante 26 km da sede do município do norte baiano, fugiu sem deixar pistas e é procurado pela polícia. Raimundo Oliveira, que usava a posição de líder religioso para praticar os crimes, é acusado de violentar a própria mãe e a filha, que frequentavam o templo, além de várias crianças. De acordo com reportagem do site Euclides da Cunha, há outro caso que comoveram os moradores da localidade. Uma mulher supostamente violentada pelo pastor ficou grávida e foi obrigada a abortar. Diversas vítimas prestaram queixa nesta quinta-feira (26) na delegacia de Monte Santo. Nos depoimentos, as vítimas relataram ameaças feitas pelo pastor, por telefone, após a sua fuga da cidade.

Fonte: Bahia Notícias.

Categoria(s): Regional.

Comente: