Search
Close this search box.

Meteorito cai na Chapada Diamantina e assusta moradores da região

Moradores da Chapada Diamantina expressam surpresa ao relatar a passagem de um meteorito que iluminou o céu de diversas cidades da Bahia e de outros estados durante a noite de domingo (17). Flávia Dal Evedove, que estava em um restaurante no Vale do Capão, descreveu a experiência como surreal.

“Inicialmente, confundi com fogos de artifício. A bola da frente soltava estrelinhas amarelas, mas a cauda e a área ao redor eram de um azul neon muito forte. Foi surpreendente”, conta Flávia. As primeiras informações indicavam que os fragmentos do meteorito teriam caído nas proximidades do Poço do Gavião, próximo ao Vale. “Não foi como uma estrela cadente que vemos de longe e rápido. Passou sobre minha cabeça e foi um pouco mais demorado”, acrescenta.

Análises mais detalhadas de imagens de câmeras em toda a Bahia indicam que o meteorito caiu entre as cidades de Seabra e Macaúbas. “Temos imagens mostrando o meteorito passando a oeste de Seabra. Apesar de alguns terem ouvido o barulho da explosão no Vale do Capão, o local de queda foi mais distante”, explica Marcelo Zurita, diretor técnico da Rede Brasileira de Observação de Meteoros (Bramon).

Presenciar a queda de um meteorito é uma experiência sinestésica, envolvendo diferentes sensações. Josane Silva Souza, também moradora do Vale do Capão, não viu o clarão, mas ficou assustada com o estrondo causado pelo fenômeno. “Estava dentro de casa, por volta das 21h30, e senti um tremor e ouvi um som abafado, como se um botijão de gás tivesse explodido”, relata.

Um vídeo divulgado nesta segunda-feira (18) pelo site Clima ao Vivo, em parceria com a Bramon, exibe imagens do meteorito em cidades baianas como Paulo Afonso, Ibiquera, Ipirá e Seabra, além de Mauriti (CE), Santa Maria da Boa Vista (PE) e Aracaju (SE). Meteoritos são fragmentos de rocha do espaço que atingiram a superfície terrestre.

Nas redes sociais, internautas compartilham suas experiências com a passagem do fenômeno. Essa é a sexta vez que um meteorito atinge o solo baiano. “Vi aqui do centro de Salvador! Foi um clarão bem forte, achei que fosse os moradores de rua arrancando as fiações e teve algum problema de curto na energia. Agora entendi”, disse uma pessoa. “Vi o clarão aqui em Valença, achei esquisito a cor e a posição do clarão. A princípio, achei que era algum reflexo de farol de LED de algum veículo, porém a dissipação era muito grande. Não liguei, agora estou vendo essa notícia, fica tudo mais claro”, comentou outro.

Da redação do Acontece na Bahia

Crédito: Reprodução/Clima ao Vivo