Mesmo sem eficácia, Governo Federal usou Fiocruz para produzir 4 milhões de comprimidos de cloroquina

Uma notícia chamou a atenção dos internautas nesta manhã de quinta-feira (11). Documentos mostram que o governo federal, através do Ministério da Saúde, utilizou os serviços da Fiocruz (Fundação Oswaldo Cruz) para produzir cerca de 4 milhões de comprimidos de cloroquina. Além disso, o documento consta que parte do dinheiro utilizado para produção era do dinheiro destinado para o tratamento da Covid-19, doença cujo o remédio não tem eficácia.

De acordo com o jornal Folha de S.Paulo, os documentos são datados de 29 de junho e 6 de outubro, e demonstram também a produção de fosfato de oseltamivir (o Tamiflu) pela Fiocruz. O Tamiflu também era destinado ao tratamento da Covid-19.

Os documentos demonstram os gastos de R$ 70,4 milhões, com a produção de cloroquina e Tamiflu pela Fiocruz. Estes gastos são associados com o dinheiro destinado ao combate à pandemia.

A Fiocruz é também é responsável por importar e produzir, no Brasil, a vacina desenvolvida pela farmacêutica AstraZeneca e pela Universidade de Oxford.

Tag(s): , .

Categoria(s): Destaque.

Comente: