Mesmo saudável e “cheia de vida”, Cristiane não resistiu: “Deixou um marido, dois filhos e muita saudade”

Uma história chamou a atenção neste sábado (9). Após lutar pela vida uma jovem saudável não resistiu. Mas afinal, o que aconteceu?

A jovem Cristiane Lima Leite, de 34, partiu e deixou a família desacreditada. Isso porque ela, que morava em Mongaguá, em São Paulo, não resistiu ao covid-19, mesmo não apresentando nenhuma comorbidade. De acordo com o portal Globo, Cristiane teve sintomas da doença por cerca de 11 dias. Mas não é só isso.

Ainda segundo o portal, ela chegou buscar atendimento médico pelo menos duas vezes. A primeira consulta aconteceu no oitavo dia dos sintomas. A equipe médica submeteu Cristiane a um raio-X, que identificou uma supostas pneumonia. Ela também fez um teste para covid-19, recebeu uma receita com remédios e foi liberada. Contudo, poucos dias depois, ela passou mal e voltou a buscar assistência médica. Já no hospital, Cristiane teve paradas cardiorrespiratórias, ficou em coma e infelizmente não resistiu. O marido da jovem e os filhos não apresentaram qualquer sintoma da doença. Então, a cunhada dela desabafou sobre o caso e deixou um recado:

“Deixou um marido, dois filhos e muita saudade. Fomos pegos de surpresa. Como assim, uma mulher de 34 anos, cheia de vida, morrer em algumas horas? Talvez, se tivessem dado mais atenção à pneumonia que acusou o raio-X? Não saberemos, nunca saberemos. Os números mostram-comentou a cunhada sobre a marca das 200 mil mortes no Brasil- Um vizinho, um parente que é internado ou que falece estão aí para provar. Covid-19 mata, ninguém sabe quem vai sair dessa com vida. ”

Da Redação do Acontece na Bahia.

 

Categoria(s): Nacional.

Comente: