Mesmo já tendo sido provado não ser eficaz contra covid-19, Eduardo Bolsonaro afirma: “Genocida é quem proíbe o tratamento precoce”

Uma notícia chamou a atenção dos internautas nesta manhã de sábado (20). O deputado federal Eduardo Bolsonaro (PSL-SP) fez uma publicação polêmica nas suas redes sociais nesta sexta-feira (19/3). O terceiro filho do presidente Jair Bolsonaro voltou a defender o “tratamento precoce” nas redes mesmo depois dos inúmeros artigos científicos provando sua ineficácia.

“Desconheço doença para a qual tratamento precoce seja pior do que tratamento com a doença em estágio mais avançado”, escreveu no Twitter.

Os medicamentos citados por Eduardo envolvem medicamentos como a cloroquina e a ivermectina, cujo estudos científicos comprovaram sua ineficácia e que a própria fabricante declarou que não tem indicação para a doença.

Eduardo parte em defesa do seu pai que vem sido chamado de “Genocida” pela oposição. “Aqueles que proíbem o tratamento precoce de Covid são os verdadeiros genocidas”, afirma.

Da redação Acontece na Bahia.

Tag(s): , , .

Categoria(s): Destaque.

Comente: