Connect with us

Regional

Menino morto pelo pai em colisão já havia sido vítima de agressão

...

Após receber, por telefone, uma mensagem de despedida do filho, e enterrar o menino de nove anos, Érika Kuasne, 36 anos, revelou que chegou a ter uma medida protetiva contra o ex e que ele já havia tentado matar o garoto quando ele era apenas um bebê. As informações são do jornal O Dia.

O motorista de aplicativo Marco Antônio Alves Marcondes, 45, jogou o carro contra uma carreta na PR-445, em Londrina (PR). Durante as três horas em que dirigia após raptar Matheus Gabriel Kuasne, antes do acidente, Marco enviou mensagens para a ex, deixando clara a intenção de fazer mal a si e à criança. “Reza bastante… Eu vou dessa para pior, mas vou feliz porque sei que você vai sofrer”, escreveu.

Érika, que há três anos decidiu se separar por não aguentar mais as agressões do marido, contou que o motorista torturou psicologicamente o filho por três horas. De acordo com ela, o homem não pagava pensão, mas costumava buscar o filho para passear.

(Fonte: Metrópoles)

Continue Lendo
Publicidade

Acontece Na Bahia - Copyright © 2019.