Menina de 4 anos perde a vida após rapaz da na rua jogar bomba enquanto dormia; Tio afirma: ‘Perda que jamais vai curar’,

Um caso triste envolveu uma criança de 4 anos que morreu nesse domingo (26), após ter sido atingida por um explosivo enquanto dormia, dentro de casa. O imóvel da família fica localizado em Barretos, SP, e o tio da vítima, Antonio Cleyson Caetano Costa, lamentou a morte da sobrinha e lembrou dos momentos alegres que viveu ao lado dela.

Aylla Manuella Ribeiro da Piedade, de 4 anos, estava no quarto onde o explosivo caiu, nesse sábado (25). A garotinha foi socorrida, mas veio a óbito um dia depois.

“Era uma pessoa alegre. Gostava demais de mim. Nós íamos para a praça com ela, levar ela para brincar, tomar sorvete, daí acontece uma coisa dessa logo no dia em que ela estava tão feliz, brincando, sorrindo. Acabou com o fim de ano. É uma perda que jamais vai curar.”

O momento em que um adolescente arremessa um objeto em direção à casa da família, um pouco antes de Aylla ser socorrida, foi capturado por imagens de uma câmera de segurança. Em seguida, a menina é levada ao hospital.

O suspeito é um adolescente de 14 anos que, segundo Antonio, tentou assustar o pai da criança após uma reclamação do barulho que os artefatos estavam produzindo no local. Nesse momento, o explosivo teria caído no quarto onde Aylla estava dormindo.

“Antes de ter jogado a bomba na casa, já estava soltando bomba. Até antes, o moço que estava lá disse que ele jogou uma bomba que estava até pegando fogo em uma casa, o rapaz foi lá, apagou duas vezes. Depois, o pai dela foi reclamar que a menina estava dormindo. Ele [suspeito], acho que para querer assustar o pai dela, sem imaginar que a menina estava dormindo, jogou [a bomba], e caiu em cima da cama onde ela estava dormindo.”

O corpo de Aylla será sepultado nesta segunda-feira (27) em Primavera (PA), cidade natal da família.

Segundo informações contidas no boletim de ocorrência, cerca de 30 moradores incendiaram a casa do suspeito, que fica localizada no Jardim Oriente, após a morte da menina. O incidente aconteceu por volta das 5h30 desse domingo. De acordo com o registro, o imóvel ficou bastante danificado, mas não há informações sobre feridos.

O suspeito ainda não se apresentou à polícia até o fechamento desta matéria. Naelson Piedade Figueiredo, outro tio da menina, espera que o adolescente seja encontrado e pede que justiça seja feita.

“Só quero que ele pague pelo que ele fez. O que ele fez foi uma fatalidade com um anjo. Não era para ele ter feito isso. Se ele não tem consciência, e a família dele for falar que ele é louco, ele não é louco, porque louco não faz besteira, e a família dele tem que dar atenção para ele, já que não dá, ele vai fazer uma fatalidade dessa? Daí vão estar escondendo ele. Você acha que isso é certo? Não é certo, é errado. O que ele fez foi errado.”

A Polícia Civil do 1º Distrito Policial da cidade está investigando o caso e registrou o crime como ato infracional de lesão corporal culposa. Segundo a Polícia Civil, a menina foi atingida na tarde desse sábado (25) por um explosivo enquanto dormia em seu quarto da casa que fica localizada na Avenida Amador Alves de Queiroz, na Vila Gomes.

Circula um vídeo pela internet que mostra um jovem arremessando um objeto do meio da rua, cercado por outros menores, em direção à casa.
Após a explosão, moradores saem desesperados do interior da casa, ainda sem entender o que tinha acontecido. É possível ver, em certo momento, a criança desacordada no colo de um deles. Após ter sido encaminhada para a Santa Casa da cidade, onde chegou a ficar internada, a menina faleceu por volta das 2h55 desse domingo.

Da redação do Acontece na Bahia

Categoria(s): Destaque, Nacional.

Comente: