Médica picada por cobra em cachoeira deixa UTI e comemora: ‘Já me sinto vitoriosa’

Dieynne Saugo, médica de 33 anos, foi picada por uma serpente da espécie jararaca enquanto tomava banho em uma cachoeirra do Mato Grosso.

Na última segunda-feira (7), ela deixou a Unidade de Terapia Intensiva (UTI) do Hospital Albert Einstein, em São Paulo.

Nesse contexto, ela precisou ser transferida para a capital paulista após ficar em estado grave.

“Gente do céu!!! Que susto foi esse?! 😱Cês já tão tudo sabendo né? A cobra 🐍 me picou (foram 3 picadas) e quase me mandou pro céu! Fiquei 9 dias na UTI, conversei muito com Deus, melhorei minha intimidade com ele e quando pedi uma resposta para tudo isso que estou passando, ele me disse: ‘Fique em paz minha filha, ordenei uma equipe de anjos pra te salvar! Não se esqueça da sua missão e do seu propósito de vida! Siga firme e forte na FÉ!’ E assim eu sigo: alimentando minha fé e já agradecendo pela minha vitória, porque em nome de Jesus eu JÁ ME SINTO VITORIOSA!”, comentou em suas redes sociais a médica.

Por fim, a equipe responsável pelo local, SESC Serra Azul, disse em nota que informou que a equipe de saúde da pousada foi chamada imediatamente, deu todas as orientações e está acompanhando o caso desde então.

Categoria(s): Social.

Comente: