Search
Close this search box.

Marido e filho de 14 anos são detidos por morte de mulher enterrada sob o piso de casa em SC

Um desdobramento chocante surgiu na investigação do trágico caso da esteticista Michele de Abreu Oliveira, 42 anos, encontrada enterrada sob o piso de sua própria residência em Palhoça, na Grande Florianópolis. Nesta sexta-feira (24), o marido da vítima, identificado como Márcio de Oliveira Bigóis, de 46 anos, e o filho da mulher, um adolescente de 14 anos, foram detidos pelas autoridades como suspeitos do crime.

As autoridades conseguiram localizar o adolescente em Palhoça (SC) e o adulto em São José (SC). Ambos foram encaminhados para sistemas prisionais distintos, sob a administração da SAP (Secretaria de Administração Prisional e Socioeducativa), conforme informado pela Polícia Civil de Santa Catarina.

A prisão dos dois suspeitos é o desdobramento mais recente de uma investigação que tem chocado a comunidade local. Detalhes sobre a prisão não foram divulgados até o momento, mas uma coletiva de imprensa foi agendada para a próxima segunda-feira (27), onde mais informações devem ser reveladas.

A tragédia se torna ainda mais perturbadora ao considerar que o corpo da vítima apresentava sinais de violência. Michele de Abreu Oliveira havia obtido uma medida protetiva contra o companheiro anteriormente, medida que foi revogada a pedido dela, de acordo com a delegada Gisele Farias Jerônimo, responsável pelo caso.

A família da vítima também expressou sua dor nas redes sociais, com um dos filhos lamentando a perda da mãe em circunstâncias tão trágicas. Enquanto as evidências apontam para um caso de feminicídio, a delegada ressalta que todas as possibilidades serão investigadas.

O desfecho desta história angustiante ainda está longe de ser concluído. O corpo de Michele passará por perícia, e as investigações continuarão para determinar a causa e as circunstâncias de sua morte, bem como a identificação precisa dos envolvidos.

A Polícia Civil de Santa Catarina, através da Delegacia de Proteção à Criança, Mulher e Idoso de Palhoça, está dedicada a desvendar esse crime e trazer justiça para a vítima e sua família. A trágica morte de Michele de Abreu Oliveira ressalta a urgência de enfrentar a violência doméstica e proteger as vítimas, demonstrando que nenhum tipo de agressão deve ser tolerado em nossa sociedade.

Da redação do Acontece na Bahia

Foto: Reprodução/Facebook