Mandetta é proibido de trabalhar durante seis meses por Bolsonaro: ‘estou perplexo’

Na última terça-feira (26), a Comissão de Ética da Presidência da República emitiu que Luiz Henrique Mandetta, ex-ministro da Saúde, , fique em quarentena remunerada durante seis meses. O ex-titular da Saúde não gostou da atitude.

‘Estou abismado, perplexo. Não consigo entender o motivo de impor quarentena a um ex-ministro da Saúde no meio de uma epidemia como a que estamos enfrentando”, afirmou Mandetta.

”Nesse momento de pandemia, as pessoas estão em busca de informações para que possam reabrir seus negócios com segurança e eu, modéstia à parte, estudei esse assunto intensamente durante 120 dias”, finalizou ele.

O médico está impedido de trabalhar por seis meses na iniciativa privada e pública. Ele segue recebendo o salário de ministro, no caso R$ 31 mil.

Categoria(s): Politica.

Comente: