Maju Coutinho Seguiu os Passos dos Pais e Foi Professora em São Paulo Antes de Ingressar no Jornalismo: ‘Não tinha esse jogo de cintura’

Maju Coutinho Seguiu os Passos dos Pais e Foi Professora em São Paulo Antes de Ingressar no Jornalismo: ‘Não tinha esse jogo de cintura’

No Dia dos Professores, o Fantástico exibiu a história da família Coutinho, mostrando como Zilma e João representam muitos dos educadores do Brasil. Eles não apenas foram professores dedicados, mas também inspiraram a filha, Maju Coutinho, que hoje é jornalista e apresentadora da TV Globo.

João e Zilma serviram como modelos de comportamento e intelectualidade para Maju, inspirando-a a seguir a mesma profissão que os pais.

Maju contou que passou em um concurso para dar aulas em uma escola em São Bernardo do Campo, no ABC Paulista. No entanto, ela logo percebeu que não tinha muita habilidade social para o cargo.

“Não era a minha especialidade. Eu era mais uma amiga da minha turma, uma irmãzinha muito querida, mas eu não tinha essa habilidade social”, disse a jornalista, sorrindo.

A autocrítica, no entanto, foi considerada exagerada pelos pais de Maju. João lembrou que ela era uma professora muito querida pelos alunos.

“Apesar dela estar dizendo isso, quando ela decidiu deixar o cargo, os alunos fizeram uma lista quilométrica pedindo: ‘não vá embora, não vá embora'”, revelou João.

João escreveu um livro sobre a trajetória da filha. Em “Sala dos Professores”, ele fala sobre a formação de Maju como ativista negra.

“Vejo o comprometimento da Maria Julia com as questões da negritude como algo que realmente resultou das discussões que sempre tivemos em casa”, relatou.

Maju concorda com o pai.

“O exemplo foi o que me permitiu ampliar meu horizonte”, afirmou a apresentadora do Fantástico.