Mais um: No dia da posse, Carlos Decotelli deixa o Ministério da Educação

Apenas 5 dias depois de ser nomeado e no dia da sua posse, o professor Carlos Decotelli deixa o Ministério da Educação; nesta terça-feira, dia 30. Com um currículo robusto, ele era visto como um nome que daria uma nova abordagem ao órgão.Entretanto, o novo “quase-ministro” teve problemas e incongruências justamente numa das qualidades apontadas entre as suas mais fortes: o currículo.

Decotelli protocolou a sua saída na tarde de hoje, após grandes pressões internas e externas. Nos últimos dias ele foi frequentemente questionado acerca de inconsistências no seu currículo.Tudo piorou ainda mais após uma nota da Fundação Getúlio Vargas (FGV), publicada ontem, relatando que Carlos Decotelli não havia sido professor e nem pesquisador da instituição.

Além disso, universidades do exterior também questionaram o doutorado e pós-doutorado que constavam em seus nomes. Apesar de Decotelli ter passado por experiências internacionais e de pesquisa nessas instituições, os órgãos informaram que ele não concluiu etapas necessárias para adquirir os títulos que apareceram no seu currículo.

Tamanho desencontro de informações resultou em grande desconforto na esfera governamental, gerando pressões que causaram a sua saída precoce do Ministério da Educação.

Da Redação do Acontece na Bahia.

Categoria(s): Nacional.

Comente: