Mais informações sobre o assalto do Banco do Brasil da cidade de Mundo Novo

Informações recentes dão conta que as buscas ao bando que realizou o assalto ao BB de Mundo Novo continuam. Ao todo sete pessoas, entre o gerente, funcionários e seguranças do banco, foram levados como garantia de fuga. Os reféns já foram liberados e os veículos usados na fuga, um FIAT Uno com placa JPS 7519, licença de Salvador, e um VW Voyage, foram abandonados pela quadrilha em uma comunidade conhecida como Largo, próximo de Porto Feliz, município de Piritiba, onde também foram soltos os últimos reféns. Um dos carros, o VW Voyage, foi incendiado.  Em seguida os bandidos fugiram em um outro veículo preto de dados não anotados.

 

Semelhanças

O assalto em Mundo Novo foi semelhante ao realizado em Barra do Mendes, que pode ser o indicativo de que o assalto tenha sido realizado possivelmente pela mesma quadrilha. Os bandidos usaram de bastante violência, efetuando vários tiros em via pública e nas vidraças do prédio. Todo o dinheiro dos caixas e dos terminais de auto-atendimento do banco foi levado. Na saída, as pessoas que estavam na agência foram obrigadas a fazer um escudo humano para impedir uma possível reação da polícia.

Pânico em Baixa Grande

O medo causado pela notícia do assalto em Mundo Novo fez com que algumas pessoas que estavam no banco de Baixa Grande, saíssem às pressas da agência. O receio é que a quadrilha também passasse na cidade, o que levou até alguns veículos de imprensa a publicar a notícia que o banco de Baixa Grande também tinha sido assaltado, mas esta informação não foi confirmada.
Participam das buscas aos bandidos prepostos do 11º Batalhão de Itaberaba, CIPE Litoral Norte, CIPE Semiárido, PETO de Jacobina e policiais civis de Mundo Novo, Feira de Santana e cidades circunvizinhas.

 

Informações: Bahia Acontece/Fotos: Colaboração de leitor.

Fonte: Agmar Rios Notícias

Categoria(s): Regional.

Comente: